Skip to content

Sessão de terapia ou um texto procê

November 19, 2013

O primeiro post aqui publicado é de 05 de dezembro de 2010. Quase três anos depois, me pego loading… minhas lembranças sobre esse projeto. É um tal de começo e recomeço. De pausa. E não é que é a vida é assim?

Talvez o Bloguinho seja meu diário virtual, mesmo que o conteúdo postado nada tenha a ver comigo. Mas é que se eu tô bem, eu posto. E aí fica claro como as coisas andam na minha vida pessoal… Trabalho demais que compromete a pausa prum respiro ali na pista Cláudio Coutinho. Mudanças na vida que tornam os dois encontros (sim, foram dois!) com as tartarugas marinhas mais difíceis.

Ok, ok. Mas qual o sentido dessa escrita? Num é que bateu uma sessão nostalgia? É que como T-U-D-O na MINHA vida, o Bloguinho surgiu numa chuveirada, tomou corpo rápido e foi alcançando pessoas especiais. E mesmo que a frequência dos textos daqui esteja bem longe de poder ser chamada de frequência, o Bloguinho me conectou com um bocado de gente boa. Gente-amiga-do-peito.

bloguinho

ilustra de elichkata

E daí que vivem me cobrando novos textos. E daí que na aula de balé da filha da amiga, você é reconhecida (como assim?) pelo blog. E daí que tem os amigos-colaboradores-lindos-do-coração que enviam textos feitos com tanto amor… E daí que a caixa de e-mail é entupida de releases, de notícias de um povo bacana, de gente pedindo mídia kit, da turma que quer um espaço pra anúncio. E daí que do dia 30 de dezembro de 2012 pro dia 19 de novembro de 2013 um bocado de coisa mudou. Vários textos mentais não foram digitados. Os almoços e cafés foram remarcados. Trabalhos (aqueles que pagam a conta) encheram a sua agenda (e não ainda a sua conta). E o tempo passou.

Sem lamúrias. Certeza que você, leitor lindo, me entende. Porque não tá fácil pra ninguém. Porque tempo é artigo de luxo! E quem não se organiza, se trumbica. A comunicação segue, mentalmente, online e mesmo nas entrelinhas do trabalho que permite que você pague a internet.

Confesso que acho blogueira um termo bem pejorativo. Pode ser puro preconceito, sei lá. Mas não curto. Não publico o look do dia. Não sou remunerada por posts ou por aparições em eventos. O que escrevo aqui sai do coração. E justamente por isso o número de textos seja menor do que alguns gostariam que fossem. Fazer o quê se quando não escrevo aqui, também é de coração…

bloguinho 2

Termino sem nada prometer. Foi só um desabafo. Pra lavar a alma. Pra aquietar o coração ansioso.

Tô aprendendo a dar um passo de cada vez. Afinal, não são 3, mas 33 aninhos de idade. E uma hora a maturidade tem que vir.

Com <3 , Ivy.

No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: